Grupo de Apoio aos Pacientes Reumáticos no Brasil

Dor no quadril: possíveis causas e como aliviar

Entenda as complicações que podem causar dor no quadril e confira dicas para tratar o problema

0

dor no quadril é muito comum e qualquer pessoa pode apresentar o problema em algum momento da vida. Sempre que você usa o quadril (por exemplo, para correr), uma almofada de cartilagem ajuda a prevenir o atrito conforme o osso do quadril se move em seu encaixe.

Apesar de sua durabilidade, a articulação do quadril não é indestrutível. Com a idade e o uso constante, a cartilagem pode se desgastar ou ser danificada. Os músculos e tendões do quadril podem ficar sobrecarregados. Os ossos do quadril podem quebrar durante uma queda ou outra lesão. Qualquer uma dessas condições pode causar dor na região do quadril.

Embora as possíveis causas sejam diversas, a localização precisa da dor pode fornecer pistas valiosas para identificar o motivo do problema. A dor no quadril às vezes pode ser causada por doenças e condições em outras áreas do corpo, como a parte inferior das costas. Esse tipo de dor se chama dor referida.

Possíveis causas de dor no quadril

1. Lesão do músculo central (também conhecida como hérnia esportiva ou pubalgia atlética)

Se você sentir dor na região da virilha, pode ser uma lesão no músculo central, como uma distensão ou ruptura dos músculos ou outros tecidos moles da região inferior do abdômen. Essa lesão é bastante comum em atletas de fim de semana, especialmente aqueles que praticam esportes que envolvem muitas torções e curvas extremas, mas que não são tão condicionados atleticamente quanto deveriam.

Descansar os músculos afetados por várias semanas pode ajudar na cura. Em casos mais graves, pode ser preciso fazer uma cirurgia para reparar o músculo rompido.

2. Bursite

Se a dor se concentra na parte externa do quadril, coxa e/ou nádegas, a culpa provavelmente é da bursite, uma inflamação da bursa sinovial, uma pequena bolsa que atua como almofada localizada no interior de uma articulação, para evitar o atrito entre o tendão e osso.

A bursite se torna mais comum à medida que envelhecemos e é especialmente prevalente em pessoas com mais de 60 anos. Para tratar o problema em casa, experimente descansar, colocar compressas de gelo no local e tomar medicamentos anti-inflamatórios e analgésicos.

3. Tendinite

Se você for ativo e o flexor do quadril (o grupo de músculos que permite que você traga o joelho e a perna em direção ao corpo) ou a virilha estão sensíveis ao toque e a movimentos, você pode ter tendinite.

Esticar ou usar excessivamente os tendões cria lesões menores repetidas que eventualmente levam a desequilíbrios musculares no quadril. Pessoas que realizam atividades muito específicas repetidamente, como chutar uma bola de futebol, podem correr o risco de ter essa dor intensa.

4. Inflamação do nervo ciático

A inflamação do nervo ciático costuma acometer pessoas mais velhas e praticantes de exercícios de impacto ou de treino de glúteos regularmente, por causa da compressão do nervo pelas vértebras da coluna.

A dor causada pela inflamação do nervo ciático tende a ser mais intensa na parte de trás do quadril, na região do glúteo, e irradia para a perna, causando sensação de queimação e dificuldade para se movimentar.

A dor no nervo ciático pode ser aliviada com massagens na região do glúteo e fundo das costas, assim como exercícios de alongamento e fortalecimento das costas. Se a dor não melhorar, é fundamental buscar ajuda médica.

5. Osteoartrite e artrite reumatoide

A osteoartrite e a artrite reumatoide estão entre as causas mais comuns de dor no quadril, especialmente em adultos mais velhos. A artrite leva à inflamação da articulação do quadril e ao colapso da cartilagem que protege os ossos do quadril. A dor piora gradualmente. Pessoas com artrite também sentem rigidez e redução da amplitude de movimento do quadril.

Para tratar, aposte em muito repouso, gelo e medicamentos anti-inflamatórios e analgésicos. Os tratamentos mais agressivos incluem terapia com células-tronco e cirurgia, desde a reconstrução do quadril até a artroplastia total do quadril.

6. Lesão labral

O labrum é o anel de cartilagem que envolve a articulação do quadril e garante que a bola do fêmur fique no lugar. Quando ele se rasga, o que acontece geralmente em atletas e bailarinas, pode causar dor no quadril ou na virilha e limitar os movimentos, criando a sensação de que o quadril está travando, travando ou estalando.

Uma cirurgia minimamente invasiva pode ser indicada para reparar o lábio e raspar o osso deformado. Esse procedimento corrige o alinhamento do quadril, aliviando a dor e protegendo a articulação.

Prevenindo a dor no quadril

Confira algumas dicas para ajudar a prevenir dores no quadril:

  • Controle o seu peso.
  • Alongue-se ou faça ioga regularmente.
  • Fortaleça o seu cuidado.
  • Faça check-ups anuais.
  • Pratique exercícios regularmente, mas certifique-se de optar por aqueles que sejam apropriados para sua idade e condição física.

Se a dor no quadril for intensa ou prolongada, visite seu médico de atenção primária. Você pode então ser encaminhado a um especialista para uma análise mais detalhada.

Alívio da dor no quadril

Se a dor no quadril for causada por uma distensão muscular ou tendinosa, osteoartrite ou tendinite, geralmente você pode aliviá-la com um analgésico de venda livre, como paracetamol, ou um anti-inflamatório não esteroidal, como ibuprofeno ou naproxeno.

Os tratamentos da artrite reumatoide também incluem medicamentos anti-inflamatórios prescritos, como corticosteroides, medicamentos antirreumáticos modificadores da doença (DMARDs), como metotrexato e sulfassalazina, e produtos biológicos, que têm como alvo o sistema imunológico.

Outra forma de aliviar a dor no quadril é segurar a área com gelo por cerca de 15 minutos algumas vezes ao dia. Tente descansar a articulação afetada tanto quanto possível até se sentir melhor. Você também pode tentar aquecer a área. Um banho quente ajuda a preparar os músculos para exercícios de alongamento que podem diminuir a dor.

Se você tem artrite, exercitar a articulação do quadril com exercícios de baixo impacto, alongamento e treinamento de resistência pode reduzir a dor e melhorar a mobilidade articular. Por exemplo, a natação é um bom exercício sem impacto para a artrite. A fisioterapia também pode ajudar a aumentar sua amplitude de movimento.

Quando a osteoartrite se torna tão forte que a dor é intensa ou a articulação do quadril fica deformada, uma artroplastia total pode ser considerada. Pessoas que fraturam o quadril às vezes precisam de cirurgia para corrigir a fratura ou substituir o quadril.

Fontes: WebmdMayo Clinic/Medical Xpress e Ecycle.


Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: