Grupo de Apoio aos Pacientes Reumáticos no Brasil

Mitos e verdades sobre medicamentos

0

Pensando em todas as dúvidas sobre medicamentos, Evandro Tokarski, Diretor da Farmácia Artesanal, listou cinco mitos e verdades sobre o assunto. Confira:

Dissolver cápsulas na água proporciona o mesmo efeito

Mito. Não é recomendado abrir as cápsulas e despejar o conteúdo na água ou mesmo direto na boca. O conteúdo de uma cápsula só deve ser liberado no estômago ou no intestino após a dissolução da mesma. Muito importante seguir a devida recomendação quanto ao uso.

“O medicamento manipulado é individualizado e permite segurança e precisão na dosagem, o paciente usa o medicamento de forma devida na dosagem exata e necessária para o tratamento”, comenta Tokarski.

A Farmácia de Manipulação dispõe de formas farmacêuticas diferenciadas e totalmente adaptáveis para pacientes ou clientes que apresentam dificuldades para ingerir cápsulas. O medicamento pode ser adaptado para pastilhas, xaropes ou jujubas, por exemplo.

O álcool pode interferir na ação dos medicamentos

Verdade. Bebidas alcoólicas podem sim interferir na ação dos medicamentos. Eles alteram a metabolização dos fármacos, podem reduzir a absorção, comprometendo o resultado do tratamento ou aumentando a absorção gerando intoxicação. “No caso dos antibióticos, o recomendado é não consumir bebidas alcoólicas, pois álcool pode comprometer, interagir ou reduzir a ação do antibiótico”, comenta Evandro Tokarski, Diretor da Farmácia Artesanal.

Faz mal usar medicações em jejum

Mito. Interações entre fármacos e alimentos podem ser determinantes na obtenção do sucesso terapêutico, devido a interferências tanto no metabolismo de fármacos quanto na absorção de nutrientes. Os medicamentos devem ser usados com as devidas recomendações quanto ao horário de uso, alguns são recomendados em jejum quando terão maior absorção e alguns recomendados somente após alguma refeição, pois podem causar indisposição gástrica se tomados em jejum.

Deve-se manter medicamentos longe do calor, da umidade e da luz

Verdade. Sim, deve-se mantê-los longe do calor, da umidade e da luz, a umidade e calor pode provocar alterações na estabilidade dos fármacos, armazená-los sempre em local fresco e longe da umidade, alguns inclusive devem ser conservados sob-refrigeração, portanto, deve-se seguir as devidas recomendações quanto ao armazenamento dos medicamentos.

Em caso de esquecimento, é preciso apenas dobrar a dose

Mito. O ideal é voltar a tomar a medicação no horário recomendado, não dobrar a dose.O intervalo entre as doses é calculado de acordo com a chamada meia-vida do remédio (tempo em que a concentração dele cai pela metade na corrente sanguínea). “Os horários devem se adequar à rotina do paciente, seus horários de trabalho e sono”, diz Evandro Tokarski, Diretor da Farmácia Artesanal. Uma dose ingerida antes da hora pode causar intoxicação ou, simplesmente, pode não ser absorvida pelo organismo. Já quando você esquece de tomar o medicamento, diminui a eficácia do tratamento e pode sofrer com a volta dos sintomas da patologia.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: